terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

DIVÃN...EU!!!


Eu não vivo das receitas de felicidade e sucesso que se espalham por aí, eu tenho a necessidade de aprender tudo por mim mesma, doa o quanto doer. Eu não insisto nos mesmos erros muito tempo, nem nas mesmas fórmulas… Eu mudo sempre, seja pra melhor ou não. Eu não tenho talento pra encenações nem para o que dizem ser socialmente correto, eu tenho opinião própria seja isso fácil ou não. Eu não me importo em perder, desde que tenha sido uma guerra justa, eu não me importo em aceitar, desde que eu tenha me tornado melhor por isto.
Eu vivo mais das minhas poucas atitudes do que dos meus muitos sonhos, a minha essência nunca muda… Os meus valores apenas se reforçam, cada dia mais. Eu não espero nada da vida que eu não possa ter por mim mesma. Eu aprendi que as pessoas sentem necessidade de aceitação e afeto, mas isso não faz com que deixem de ser individuais, com características próprias. Eu não mudo só para ser aceita se isso não me fizer melhor de verdade, ou me aceitam como eu sou ou eu abandono o jogo. Não existem pessoas insubstituíveis, existem apenas pessoas únicas das quais se gosta mais ou menos.
Eu respeito meu passado, tento ser melhor no presente e não gosto de prever o futuro. Para alguns eu sou uma mistura homogênea de qualidades e defeitos suportáveis, para outros sou um vulcão prestes a explodir em fúria. Eu não me encontro nas prateleiras, nas vitrines e nas telas… Meu ponto de equilíbrio permite oscilações. Hoje sou pura acidez, amanhã sou o doce mais doce, sempre sou eu.



Nenhum comentário:

Postar um comentário