segunda-feira, 26 de abril de 2010

LINDA E DOCE MADRUGADA!!!



A madrugada tem um fascínio sobre mim. É quando as verdades são mais sinceras, nossas barreiras se desfazem sonolentas e nos aproximamos uns dos outros. A desconstrução dos pudores, da vergonha. A hora de berrar as músicas que gostamos mais, abraçados àquela pessoa que conhecemos há anos ou duas estrofes atrás. De invocar o espírito de Napoleão, de passear pela rua sem pressa, e fugir desesperadamente de fantasmas imaginários. De inventar uma nova receita às 4h da manhã, e se arrepender pra sempre de não a ter anotado.
Me fazem falta as madrugadas memoráveis. Daquelas que a gente fica enrolando dia adentro para que não terminem mesmo já com sol a pino. Sem poder tomar banho ou cochilar para que o encanto não se quebre e vire dia e os muros voltem. Aí resta apenas ansiar pela próxima madrugada perfeita.



domingo, 11 de abril de 2010

LENDA OU MITO...




Hoje eu vim falar de uma coisa que escutei está semana, e que me deixou curiosa pra relembrar...
então fui pesquisar e descobri que LENDA E MITO, SIGNIFICA;
COISA FALSA,
NÃO VERDADEIRA,
IMAGINARIA...MENTIROSA.
Bom, vou colocar só um pouquinho do que achei e li...quem quiser ler é interessante..!! =D

MITO E LENDA...É aplicada hodiernamente a histórias fantasiosas ligadas a pessoas verdadeiras, acontecimentos ou lugares. Lenda e mito são relacionados, mas a lenda tem menos a ver com o sobrenatural. A lenda frequentemente diz respeito a personagens famosas, populares, revolucionárias, santas, que vivem na imaginação popular. A lenda é sustentada oralmente, cantada em versos tradicionais ou em baladas, e posteriormente escrita. A literatura de cordel inclui muitas histórias lendárias em torno de figuras populares ou da vida política. Na lenda, facto e fantasia são interligados.


NUSSS DEPOIS DISSO ACHO QUE VOU DANÇAR...E NA COMPANHIA DE LADY GAGA! ;)

quinta-feira, 8 de abril de 2010

O RUIM DE CRESCER...



É que você fica grande...
E não pode mais se esconder no guarda-roupa quando se brinca de esconde-esconde (ou se esconde de uma surra), nem é carregada no colo, não dá para tomar banho na pia (sim, é coisa de pobre mais eu adorava fazer isso) e nem na piscina de plástico no quintal e nem tomar banho pelada com a mangueira. Não dá mais para ficar pelada, afinal.

Você não pode mais ficar balançando nos parquinhos e nem andando de patins sem o seu pai dizer que você pode cair e morrer ou no mínimo fraturar a coluna (é, o meu pai me disse isso). E você não pode mais andar de velotrol sem parecer uma retardada(o). Fora que brincar não é a coisa que você deve fazer fora dormir e comer.
Aliás, depois que você cresce ninguém fica correndo atrás de você com um prato de comida bem gostoso fazendo com a colher como se fosse um aviãozinho. Nem te obrigam mais a tomar biotônico fontoura. Na verdade, depois de grande, quanto menos você come melhor! =(
Lembro das minhas férias longas, tinha dias que assistia desenho animado a manhã toda, almoçava, tirava uma sonequinha básica (para recuperar as energias), brincava até não poder mais, geralmente inventando histórias, tipo da vez que eu era uma espiã, sereia, mocinha de dramas mexicanos, que era sequestrada, oprimida, subordinada em casa, colégio interno, orfanato, e que sempre fugia ou era resgatada numa espécie de luta ou uma fuga cheia de ação. Já fui até uma d'As Panteras. Brincava de tudo o que a minha imaginação permitia.
Quando se é criança você pode vestir-se de qualquer maneira, como todas as cores, andar com sandálias e meias, borboletinhas no cabelo em diferentes penteados a cada dia, e ninguém te acha patético.
O tempo passa a medida que nós brincamos de viver... Ele passa, mas a gente não vê!
Me pergunto agora..,Quanto tempo mais me resta de juventude, Me resta pra viver??
As vezes gostaria de ser novamente criança...viver como WENDY na terra do nunca, e voar com o PETER PAN...!

CANSADA DE SER GENTE GRANDE! =/