domingo, 8 de maio de 2011

MINHA CARTA PRA ELA...


Mãe… Eu sinto tanto a sua falta!

Estendo as mãos para te abraçar, mas não te encontro...
E meu coração dói tanto!!!

E hoje, nessa data tão especial eu vim aqui dizer o quanto à amo e peço que me perdoe por todas as vezes que não consegui entrar em seu mundo e vê-la exatamente como você era: pura, verdadeira, inocente.
E hoje mãe, mais que nunca, eu vim lhe pedir perdão por todas as vezes que eu não á entendi...E por todas as lágrimas que te fiz derramar.
E sei que de onde vc está vc me vigia e cuida de mim, junto com papai do céu, para que eu encontre meu caminho, pq vc mãe, melhor que ninguém sabe como às vezes me sinto perdida e sozinha.
Ahhh mãe amada, se eu pudesse novamente te tocar, te daria todos os abraços que não lhe dei...todos os beijos que esqueci...E diria que eu TE AMO MUITOOO, MUITÃOO.
Sabe mãe, hoje eu me procuro, e essa busca tem sido tão difícil, que me recordo de suas buscas.
E Hoje, que sou mãe e avó de duas princesas tão lindas eu penso em você, nas palavras que me dizia, nos conselhos que me dava...
Engraçado, sempre me vejo um pouco igual a você. lembra? Você era brincalhona, ria alto, muitas vezes parecia adolescente comigo, assim como sou com minhas princesas.
Lembro que minhas amigas te achavam tão bonita!
Lembro de você arrumada, perfumada, de colarzinho e cabelo arrumado.
Tão lindaaaaaaaa!!
Eu puxei essa sua ingenuidade de amar, de acreditar. Puxei um pouco esse seu lado puro, que sempre acredita, e por mais que caia, continua a acreditar.
Mesmo sofrendo, eu prezo muito essa herança, pois é minha própria verdade.
Há mãezinha, tenho tanta saudade do tempo que íamos pro Guarujá, e você caminhava com a gente pela praia, descalça sentindo as ondas tocar teus pés delicadamente... E quando vinha aquela onda cheia de espuminha você dizia: "Espuminha de Toddy!". Kkkkk...Como você era doce! Como eu gostava daqueles tempos! E como é engraçado lembrar desse sentimento com tanta intensidade.
É mãe, eu tinha 17 anos... E eu me lembro como se fosse hoje.
E o que mais me dói é que eu á vi triste, pensativa, com um olhar longe e não sabia ao certo o que dizer pra você naquele momento... E esse sentimento veio dentro de mim agora, no exato momento que escrevo para você.
Fico a pensar em todas as vezes que não entendi suas mensagens, que interpretei errado suas palavras, que não olhei dentro de seus olhos. Que passei por cima de seus problemas, com superficialidade.
Que não conversei com você. Que não tive tempo para ajudá-la pensando somente em mim. Perdoe-me mãezinha! =(...
Quero lhe dizer Mãe, que eu sempre à amei demais, muito mesmo!
Quero hoje agradecer á você, por tudo que me deu.
Obrigada por todo o amor que você me deu... Por tudo que me ensinou (e que hoje percebo, não existe amor maior).
Um beijo do tamanho do céu...cheio de muito amor, da sua filha Sandra... ♥

FELIZ DIA DAS MÃES...MINHA MÃE AMADA!

... AMO PRA TODO O SEMPRE, E SEI QUE ESTAREI EM TEUS BRAÇOS UM DIA...!