quarta-feira, 30 de março de 2011

"Quase nunca a vida é ..." Mas tudo bem!


Tive o estalo da loucura agora, e senti aquele arrepio de sumir.
Uma vontade de sair por aí, só com mochila nas costas, levar uma câmera e fazer da vida uma fotografia.
Deixar o celular e o computador pra trás. Ver lugares que eu sempre sonhei... e pessoas que nunca vi.
Sim, eu tive esse lapso...deve ser a TPM ou o AMOR.
Acho que preciso de minutos comigo e mais nada, sentir um ventinho só pra mim.
Me apeguei numas besteiras esses ultimos tempos... e vi como tudo não passa de momento.
Escrevi muitos textos sobre minha atual situação, não postei e escondia até de mim.
Meu pc deu pau e tudo foi perdido., E agora? O que adiantou escrever?
ok.. eu escrevi, libertei, morri de um momento na escrita.
Mas nem eu, nem ninguém vai ler nada.
Essa perca de arquivos/fotos e textos me fez ver mais uma vez, que nem tudo está preso num computador, ou até mesmo na cabeça da gente.
Ou se joga na realidade ou fica presa no passado bonito da fotografia de mil anos atrás.
Então tomei uma decisão.
Guardarei meus momentos em mente, o que for esquecido é porque não era importante.
Nada de ter mil pastas de documentos, mil fotos e velharia.
A partir de agora serei meu próprio diário de bordo. O que for importante e memorável será escrito aqui, a foto será publicada e fim.
Não preciso de mil arquivos num poço sem fundo que é o computador.

"Ahhh, que saudade dos tempos das cartas, de quando eu esperava minha música preferida tocar na rádio pra gravar numa fita cacete." =/

Bem... Quero sentir por um momento que minhas ideias são boas, quero fazer uma meditação no topo de uma montanha, quero subir numa árvore e ficar lá.
Preciso sentir-me o buda por pelo menos 5horas de um dia.
rs..
Ai ai...Por um momento achei realmente que precisava de uma cia, e pedia que ela viesse ao meu encontro, mas agora, ficar ao meu lado é o que eu mais preciso.
Ficar quieta, sem barulho... sem ninguém.

zzzZZZzzz

Não quero ir pro mundo, não quero me prender e também não quero viver em amores impossíveis.
Hoje e por um bom tempo eu quero silêncio...Mas silêncio interno.

Bom e como o silêncio é interno, eu vou ouvir muita musica melosa hoje e comer mil chocolates, ver mais filmes românticos, reclamar da vida para meus amigos e tentar esquecer possíveis ilusões ou viagens para Itália.
Vou curtir minha tpm em grande estilo.
Rs!

Como diz minha amiga @isabelle_belle "que seja doce"

#semmais



By San

" E se isso for algum defeito, Por mim tudo bem"

"Quase nunca a vida é um balão"