quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Saudade...??? Ahh sei lá... Nostalgia talvez!!! =/

Existe coisa pior do que sentir saudade daquilo que você não viveu? Daquela coisa toda de rir até desesperar que você não sentiu? Das situações e das conclusões gostosas dos acontecimentos que se quer pensaram em ocorrer?
E não é de expecta
tiva que falo, não é do desejo enfiado no buraco do estômago igual fome que dói, não, não é. Falo mesmo é de saudade. Como quando se fecha os olhos e aquela coisa toda boa ta lá, bem no final do túnel escuro, do outro lado da ponte, em cima da árvore ou dentro da caixinha de música. Mas não existe e não acontece.

Então você sente saudade porque aí dentro, bem no fundo do peito, quase que quase aconteceu. O sentimento veio junto com a imagem, daí o desejo já foi, a expectativa e tudo mais. Estas coisas já aconteceram antes da pessoa que você mais ama aparecer pela porta da sala, antes do seu nome aparecer em primeiro na lista dos que passaram no vestibular, antes do teste de gravidez dizer que sim. Então, depois da resposta para todas estas coisas ser não, o que resta sentir se não saudade? E não há nada para cobrir porque não tem vestígios de nada porque não aconteceu. Não tem bala que lembre o beijo porque você não beijou o suficiente, não tem roupas e nem perfumes pq não deu tempo. Nem música que tocava enquanto tudo era exatamente como se imaginava, porque era na verdade, só silêncio. O mundo lá na frente é todo branco porque não se tem mais expectativa e a saudade não tem cor e nem existe no futuro. O mundo lá para trás é mais branco ainda. E só tem você, ou eu, aí parado pensando nessa mistura toda invisível, sentindo o coração batendo descompassado.
E é bem nesse oco, neste vazio, neste nada, que bate a saudade.
 
By San