sexta-feira, 19 de maio de 2017

O caminho da montanha...


Vou lhes contar uma analogia do caminho da montanha, da nossa montanha da felicidade.
E quero que saibam, que ninguém nasceu para ser de outra pessoa, para pertencer a uma outra pessoa, nascemos para sermos todos livres e felizes.
E se alguém aparecer em nossa vida durante a trajetória, essa pessoa vai fazer parte da nossa vida, mas não será "nossa" vida... ele(a) será um companheiro(a) de jornada e o amaremos incondicionalmente pelo que completa em nós.

Vamos lá.... =)
Imaginem que vamos escalar uma montanha...
Nós preparamos tudo; mapas, mantimentos, rota de percurso, o melhor caminho, altura, onde vamos parar para o descanso, quanto tempo imaginamos levar para chegar a esse percurso... tudo para que o caminho seja suave e feliz, pois esse percurso é o caminho da nossa existência nesse planeta(o combinado.) espero que me entendam! =)
E lá vamos nós, felizes, cantarolando, pulando, sorrindo, sonhando, desejando.
E conforme percorremos a estrada, nós nos deslumbramos com as paisagens lindas, pássaros exóticos, lagos intocados, luas, e por do Sol que nem temos como descrever(de tão lindo e mágico), e assim vão se passando os dias e tudo vai muito bem, até que de-repente, um dia ao passar em um dos trajetos, nos deparamos com uma aldeia linda, muito linda, com um castelo fantástico, com casinhas lindas, aconchegantes, quentinhas com a lareira há estalar as brasas, e cobertores prontos para nos aquecer...
E nelas existem pessoas super fofas e simpáticas, e ficamos fascinados e apaixonados por  aquela aldeia encantadora(não aguentamos o chamado da ilusão do Mundo) e lá vamos nós, contentes viver aquele momento, conhecer aquela aldeinha tão fofinha.
Ficamos ali, gostando daquele local tão encantador que nos faz bem.
Em um certo momento começamos a fazer planos;(Bem, eu vou comprar uma casa aqui, vou casar com essa pessoa, ter lindos filhos, ter isso, ter aquilo, aquela profissão) e por lá ficamos, no meio daquilo tudo, usufruindo de uma vida normal, com dias normais, pensamentos iguais  com uma vida totalmente ao contrário daquela a que saímos para seguir, "Escalar a nossa montanha".
Bem, aí num belo dia feliz na nossa vidinha normal e comoda, começamos a escutar uma voz,
(Alma, Deus, anjo da guarda, mentores, gurus, Universo o que vocês quiserem chamar...)
Ei meu amigo(a) como é que é? Então você disse que ia escalar a montanha, cumprir o acordo, ajudar o Mundo, e esta aí nessa vidinha parado, estaguinado, numa aldeinha no meio do nada, sem fazer nada pela humanidade, sem cumprir o que disseste que ia cumprir, como é que é???

Nesse momento tudo muda, os problemas começam a surgir e não conseguimos mais ficar naquela aldeia.
Começamos a ter dificuldades com quem estamos, no nosso trabalho, com as pessoas que  vivemos etc.. e nesse momento paramos, refletimos, e entendemos que o caminho não era esse, o caminho é aquele que deixamos lá trás na estrada florida, que leva até a montanha da nossa felicidade.
Despertamos. Enxergamos o erro que cometemos e começamos a nos despedir daquela vida, daquele lugar, dos filhos, conjugue.
E de repente nos lembramos daquela mochila velha, esquecida, empoeirada pelo tempo, colocamos nas costas e voltamos para o caminho que leva até a nossa montanha.
E começamos o trajeto novamente de onde paramos...
E entendemos que aquele não era e nunca foi o nosso lugar.

Entendam!
Quando começamos a nossa vida, temos um caminho, um trilhar, que já foi traçado por nós em outras existências, mas esquecemos (o caminho da evolução espiritual) e no decorrer do caminho, nos perdemos em meio as ilusões do mundo que é tão forte e sedutora e ali estagnamos. Começamos a fazer outros planos e esquecemos que somos Seres de luz, que viemos pra esse planeta para amar incondicionalmente e ajudar o nosso próximo no despertar.
Então, vamos prestar mais atenção na estrada, vamos ficar atentos sem distrações...
Vamos voltar para o nosso caminho(aquele da montanha), e vamos tomar cuidado para não nos perdemos em meio as aldeias da vida, pq tudo são meras distrações para nos desviar do caminho... Meras distrações.

Paz infinita a todos, gratidão e Namastê.

By San

"O caminho pode parecer longo e tortuoso, mas chegar ao destino é inevitável"