quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Bom dia! Sorria!
O tempo voa no compasso do vento. Não perca seu tempo martirizando o desgasto. O velho se renovará quando você perceber que a vida é ligeira para quem quer viver.As desilusões estão em alta. A esperança está em falta. Onde estão os apertos de mão?Não se aflija! Erga o seu queixo e acredite em si. O horizonte é distante para quem não é obstante e não carece sorrir.
Boa tarde! Viva!
Renove seus atos, descalce seus pés, compre um cão, destranque uma porta, cante uma música, não fure uma fila, sinta o vento passar, escute um pássaro cantar, guarde um segredo, namore ao luar e comece a entender que o sentido da vida abrange o ciclo do nascer e viver.
Boa noite!
Não tenha mais medo.O pior já se foi. A maré baixou e no mar de suas lágrimas salgadas, seu barco não naufragou. Está a navegar em uma correnteza de esperanças sem porto para chegar. Desprenda-se do passado, não tema o presente e batalhe seu futuro. Os limites se extinguem quando se pode sonhar. Há barreiras no tempo, há barreiras na vida e o percurso é longínquo. Não se deixe intimidar, não desista, não queira precipitar. Se cair, levante! Mas arrisque, debata, opine! Não espere, em vão, no portão, um perdão, da boca calada, rachada de frio, e no fim do percurso perceberá que a caminhada só está para começar.
Boa sorte crianças!!!



- E para não perder-me na tristeza, passei à alimentar-me somente com sopa de letrinhas,degustando cada pequena palavra e vomitando cálidas poesias...

Nenhum comentário:

Postar um comentário