terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Natureza em mim...

Debaixo da chuva boa ela rodopiou, cabelo solto, pés descalças, pelo gramado.
Olhos fechados, braços abertos, coração cheio, sorriso revigorante, cabeça e palma das mãos, viradas para o céu. Ela era grata. 
Grata pelo amor que a invadia naquele momento.
Agradeceu. Sorrio. Deixou os pingos rolaram, um a um, da chuva e dos olhos, roupa e corpo a baixo, até a terra úmida.
Naquele momento a chuva lavou o corpo e a Alma, levando energias ruins e trazendo as boas.
E mais uma vez ela estava pronta...
E floresceu. <3 span="">
(San)







Nenhum comentário:

Postar um comentário